MAR E VENTO QUE ME LEVE

A Casa dos Açores comemorou, em 2022,  o  seu 95º aniversário, com diversas iniciativas de índole cultural

A edição deste CD pretende fixar a memória dessas celebrações e homenagear a música açoriana e os seus intérpretes, nomeadamente os diversos associados e amigos que, numa colaboração solidária e genuína, ao longo dos anos, promoveram, na Casa dos Açores, a cultura musical açoriana.

Um trabalho como este não poderia ignorar a obra de Francisco de Lacerda, o mais notável dos compositores açorianos.

Assim, optou-se por associar a algumas “Trovas” de Francisco de Lacerda, a música de natureza popular em que o compositor se terá inspirado.    

Antologia e arranjos: João Pimentel

Supervisão musical: Ceciliu Isfan e Rui Pinheiro

  

Clarinete: Jorge Trindade

Guitarra: Titus Isfan

Vozes: Ana Baptista

            Bartolomeu Dutra


Gravado nos estúdios Namouche, Lisboa, 2022

Engenheiro de som: Joaquim Monte

Assistentes: Miguel Peixoto; Ruben Baião

Capa: óleo s/ tela “De vento em pôpa”, de Isabel Bomba

Design gráfico: Sara Domingos

Coordenação geral: João Pimentel

Edição: Casa dos Açores, Lisboa, 2022

Ana Baptista

Bartolomeu Dutra

Jorge Trindade

Titus Isfan

 1- Cantar de Emigração (Meu Bem) (Popular-Terceira)




3- Manjericão (Popular-Pico)




5- A Senhora Chamarrita (Popular-S. Miguel)




 7- Galantinho (Popular-St.ª Maria)




 9- Saudade (Popular-S. Jorge)




11- Olhos Pretos (Popular-Terceira)




13- As Vacas (Popular-Pico)






 2- Quero cantar, ser alegre (F. Lacerda)




 4- A mulher do meu vizinho (F. Lacerda)




6- Canção Triste (F. Lacerda)




  8- Desde que os cravos e rosas (F. Lacerda)




10- Tenho tantas saudades (F. Lacerda)




12- Os meus olhos (F. Lacerda)




14- Saudades da Terra (F. Lacerda)